Categoria: Mundo Infantil

A importância da Fisioterapia pós fratura em crianças

Minha amiga Laura,mãe de 2, pediu para eu escrever para ela um post sobre tratamento em fraturas em crianças, não como blogueira e sim como fisioterapeuta (essa é a minha profissão para quem não sabe e eu a exerço diariamente – trabalho em uma clínica de fisioterapia) e eu achei tão legal o pedido que aceitei na hora e vou postar aqui também. Aliás informação nunca é demais, né?

O tratamento para fratura consiste no reposicionamento do osso, imobilização e recuperação dos movimentos. Pode ser feito de forma conservadora (imobilização – talas imobilizadoras ou gesso) ou correção cirúrgica em casos mais graves.
Geralmente a consolidação da fratura leva de 4 a 10 semanas, podendo variar de acordo com a idade do paciente e gravidade da fratura.
Dependendo do tempo de imobilização, o nosso corpo reduz a produção de líquido nas articulações, o que causa enrijecimento das mesmas. Outro fator importante relacionado ao tempo de imobilização é redução de massa muscular e encurtamento tendíneo,que em muitos casos, após a retirada do gesso é bem evidente a diferença entre o tamanho dos membros.
Portanto logo após a estabilização do foco de fratura, pode-se iniciar precocemente exercícios passivos e ativos de amplitude de movimento de todas as articulações não envolvidas. Os objetivos principais de um programa de exercícios precoces são basicamente:  [1] manutenção da força muscular, [2] recuperação de amplitude de movimento, e [3] prevenção de restrição articular.
É muito importante o início do tratamento logo após a retirada da imobilização para minimizar os efeitos da imobilidade e a retomada das atividades básicas da vida diária.
E em crianças? Como é realizada a fisioterapia?
Normalmente, as crianças recuperam os movimentos rapidamente uma vez removido o sistema de imobilização e o tratamento pode não ser necessário. Contudo, dependendo novamente do tempo de imobilização, a criança fica com medo de movimentar o membro afetado (seja esticar o braço ou esticar uma perna) e isso pode tanto prejudicar sua postura, seu caminhar, sua rotina  ou o seu brincar. É importante consultar um fisioterapeuta que irá avaliar o grau dessas incapacidades e através de exercícios lúdicos e simples que serão ensinados à criança e aos pais,fazendo assim que ela reestabeleça a suas capacidades físicas novamente.
Tatiana Sousa Milani
Fisioterapeuta

 

Crefito 31632- F
*fotos retiradas do Google.

Super Dica: Roupas para Crianças e Bebês – Onde comprar mais em conta

A cada troca de estação eu percebo que meu filho cresceu, e vou olhar o guarda-roupa e as peças estão todas curtas , como diria minha avó, tudo “pula brejo”.
 A cada dia que passa as coisas estão mais caras, e aqui em São Paulo , tem algumas ruas de comércio popular  que são a alegria de qualquer mãe consumidora. Eu já conhecia algumas lojas , comprei algumas coisinhas quando preparei o enxoval, e o ano passado para levar pra viagem também dei um pulinho no Brás.
Algumas lojas que eu garimpei:
Picolino
Agora só Rua Maria Marcolina, 385. A da Rua Oriente fechou.
Tel (11) 2618-3736
Aceita Dinheiro, Cartões e acima de R$ 100,00 divide em 3 vezes.
TWIG Modas
Rua Oriente,576
Tel:(11) 2693-6005
Aceita Dinheiro e Cartões.
SHOP 142
Rua Miller,142
Tel: (11) 2692-6265
Aceita Dinheiro e Cartões.
Confecções Petit Enfant Ltda.
Aqui tem Body até o tamanho 3
Rua Oriente, 562.
Tel:(11) 2693-2778
Aceita Dinheiro e Cartões.
BrásModa
Rua Oriente,588
Tel (11) 2692-4527
Aceita Dinheiro , Cartões e Cheque.
A partir de R$100,00 divide em 6 vezes.
Foi isso, garimpei , mas voltei com a sacola recheada e bolso não tão vazio. Até a da festa junina, eu já garanti.
Beijinhos,