Categoria: Viagens

Alimentação para o pequeno em Portugal

Estamos em Portugal, e e eu trouxe apenas algumas papinhas para os 3 primeiros dias. Pensei comigo, quando chegar lá , eu compro.
Como não é em todo restaurante que se tem uma comida mais molhadinha, mais pastosa, tive que abastecer a geladeira com produtos daqui.
Achei que iria encontrar os mesmos sabores e as mesmas marcas, mas não.  Os sabores são bem diferentes dos nossos, mesmo as da Nestlé.
Uma opção , que minhas primas me falaram , é a marca Blédina. São saborosas e o pequeno gostou bastante.

E os sabores?

Os sabores são diferentes e  alguns ele teve que  experimentar, por exemplo: o de borrego (carneiro).
E as papinhas de frutas?
Elas veem em potinhos igual iogurte. Bem legal, e super saboras.

E o leite?

Eu também não carreguei latas de leite. trouxe o suficiente para os primeiros dias.
E mais uma dificuldade,  aqui também não  tem o Leite Ninho ( juro que eu achei que ele era mundial),  e o mais parecido que encontrei foi o Junior 1+.
Ainda bem que o pequeno aceitou, sem grandes problemas.

Casamento em Portugal

E pra cá viemos, para o casamento da Ana e do Eduardo.
Quantas diferenças para o nosso no Brasil, mas espetacularmente igual.

Quantas diferenças:

Só para se ter uma ideia , o casamento começou com o café da manhã ( pequeno almoço, como eles chamam por aqui) na casa da noiva  as 10:00.
As 12:30 saem todos os convidados para a igreja para a cerimônia.
De lá fomos para a festa (por volta das 14:30) e só terminou agora á meia noite (horario daqui) .
Mais ou menos umas 6 da tarde, tem uma pausa na comilança e é aberta a pista de dança. Algumas pessoas vão embora, descansam e voltam para o Buffet do Por-do Sol. (que tem muitooooo mais comida ainda). Após o buffet do por-do-sol, tem o corte do bolo com o brinde e só ai que a festa termina.
Uma comilança sem fim, mas deliciosa.
E o pequeno? Aguentou tudo!!! Se divertiu a beça, comeu, dormiu, brincou, comeu de novo, dormiu de novo, e assim foi.
Agora é hora de descansar, pra repor as energias , que amanhã tem mais.