Vôos para Portugal

Sobre os vôos:
Eu achei uma coisa e foi outra, completamente diferente.
Achei que o vôo da noite seria calmo , tranquilo, e me preocupava com a volta, como eu iria controlar um bebê de 1 ano em 10 horas de vôo. Para minha surpresa, foi tudo ao contrário.

Saimos de casa as 19h, com o pequeno jantado, nosso vôo era as 23:25h.
No aeroporto, foi tudo bem, não dormiu, e nem deixei dormir a tarde, pra ficar cansadinho e dormir no vôo. 1hora antes do embarque dei o remedio para enjôo, que dá um soninho… mas… não deu o tal soninho esperado.
Embarcamos e assim que o avião começou a taxiar, as luzes se apagaram , o berreiro começou. Durou uns 15/20minutos, que foram uma eternidade. Todos olhando pra mim, tipo: faz esse moleque parar de chorar, ele vai chorar 10h?
Ai entrei um pouco na pilha, e comecei a ficar tensa com a situação. Afinal, tudo novo. Mas ele foi acalmando, e ainda bem que minha mãe estava próxima, ela foi me acalmando. De repente, ele dormiu e assim foi um bom tempo. Quando ele acordou já estava munida de ipad, brinquedos, comidinhas.
Ele comeu e voltou a dormir de novo.  E foi assim até a hora q serviram o café da manhã. Depois foi acordado, mas brincando e quietinho. O pouso foi sossegado.
Ahhh, na ida, me disseram que meu filho não caberia no bercinho, que só bebê até 6 meses viajam no berço.
Ainda bem q o vôo tava vazio, pegamos um 4 poltronas, e ele utilizou 2.
Outra coisa, tem um cinto para criança que acopla no cinto da mãe. Assim que sentamos a comissária nos deu o cinto e o colete salva-vidas especial para bebês.
Já na volta, o que eu tanto temia, não aconteceu. Foi tudo muito tranquilo. Muito tranquilo mesmo.
Saimos as 7h da manhã do hotel, nosso vôo era as 10h. As 9 e um pouquinho, dei o tal remedinho de enjôo de novo, e embarcamos. Assim q entramos tava tudo claro, e o tal remedinho, parece que fez efeito. O vôo atrasou 1h para sair, e uns 15min dentro da aeronave, ele já estava dormindo.
Dessa vez, ofereceram o bercinho, e foi muito tranquilo tanto pra mim quanto para ele. Ele brincou bastante no chão, pq o espaço aonde acopla o berço é maior, e foi bem suave a volta. Foram 10h muito mais sossegadas do que a ida. E detalhe, eu estava sozinha, o vôo estava lotado, foi cada um em uma poltrona, eu em uma, maridão 5 fileiras atrás e meus pais, lá no fundo do avião.
A tripulação do vôo da volta foi super atenciosa, e até um mimo foi oferecido para o pequeno.
No final deu tudo certo, e agora aqui em casa, voaremos de dia, pra não ter tanto estresse.
Bebê feliz, mamãe feliz!
 

Achei muito bonitinho esse carinho com as crianças.

Parabéns, TAP.Na volta de Portugal ganhamos um mimo para o pequeno da TAP.

 

Deixe uma resposta